Best deal of the week
DR. DOPING

Blog

Logo DR. DOPING

Emotions e Glottogonic

09 Dec 2016

O psicólogo doutor Doping conta sobre a codificação de emoções, a sua origem e meios do comento.

A pergunta da origem de linguagem humana ou Glottogonic, muito interessante. Com base nos seus estudos prévios, a saber com base em experimentos numerosos, o modelo esférico quatro-dimensional de emoções desenvolveu-se, que é uma boa descrição de como uma pessoa que experimenta emoções e percepção de emoções de outras pessoas, e em modalidades diferentes - e o visual, e auditivo. De outro lado, desenvolvemos métodos da análise formal do sinal áudio que se propôs e se testou em emoções humanas - isto é o princípio da codificação de variável da amplidão de transversal frequência relativa de discurso ou sinal áudio. E os parâmetros do qual se isolaram do ponto de vista de características espectrais foram semelhantes a discurso humano, expressões emocionais do discurso humano e, por exemplo, gritos dos animais, macacos e gatos até. Resulta que as emoções são inatas a seres humanos, comuns ao distante os nossos antepassados. Aqueles lêmures e gatos - é muito distante evolutivamente. Mesmo gibãos - há 40 milhões de anos, a nossa linha estalou, e com tais animais como um gato para casa, até além disso.

Isto dá-nos terras para falar sobre as espécies base comum de seres humanos e animais da manifestação de emoções. Contudo, a pergunta surge: como pode articular o discurso humano originado, como se relaciona a emoções? Na língua moderna, como russo, incluímos as emoções - isto características prosodic do discurso. Isto é, é claro que temos palavras que significam certas coisas, têm um valor objetivo, mas de outro lado, têm a pronúncia pode pintar-se emoções diferentes. Isto é o que vimos em caso de palavras curtas "sim" e "não": têm uma significação diferente, e a expressão emocional pode ser o mesmo, e vice-versa.

Para melhorar a língua, a capacidade cognitiva usa Cogitum, Piracetam, Picamilon e Noopept.

E nesta conexão houve uma pergunta da pesquisa é sons de discurso articulados que estão disponíveis na língua russa, mas quem não se colorem emotivamente. É a ideia de tentar analisar as emoções dos mesmos procedimentos, conduzir uma análise formal de sons e análise subjetiva, que deve construir um espaço da percepção subjetiva de sons de discurso, e até aqueles que não parecem ter de conter emoções. Então ficará claro se há alguma característica adicional no discurso, que apareceu no decorrer da evolução, ou trabalha de qualquer maneira diferentemente. E isto foi, de fato, um experimento, onde se usou um grande jogo de amostras áudio, como sons, - 46 amostras, inclusive 6 vogais ("a", "o", e assim por diante), 36 consoantes ("b", "n "e assim por diante), e 4 ditongo. Neste experimento, 17 sujeitos de experiência participaram. A essência do experimento foi que o par se apresentou todos os tipos de combinações destes estímulos (de 1035 foi tais pares) e as pessoas avaliaram o grau da diferença entre estes objetos. E logo a utilização do método da escalada multidimensional avaliou-se a dimensão subjetiva do espaço, interpretamos os machados.

Falar sobre a estrutura dos sons de língua russos pode recordar várias teorias que sugerem que há um número diferente de características distintivas. Confiamos na teoria de Wolf Jakovljevic Plotkin, que alocou 11 Kinnock. Ele teoria neomotoric, na qual a língua russa se caracteriza por 11 kinokemami, kinokemnymi oposições. Em outras línguas, pode haver um número diferente. Por conseguinte, podemos informar os seguintes resultados: uma análise objetiva de sons de discurso conduziu-se e descobriu-se que há só quatro fatores destacam-se. A sua resposta espectral foi surpreendentemente exatamente o mesmo quando anteriormente alocamos para os parâmetros emocionais. Isto é, as palavras "sim" e "não", por exemplo, com emoções diferentes são exatamente a mesma composição que o som "da", "b", "c", que se proferiram neutrais, sem qualquer expressão da emoção. E não há outros fatores significativos que Neshumova não esteve lá nos sons do discurso. No entanto, os dados da análise subjetiva permitiram-nos estimar a dimensão deste espaço em 15 machados.

E de maneira interessante resultou que há um sistema de quatro como parâmetros primários e condicionalmente suspendeu onze parâmetros secundários. E logo seria possível interpretar quatro primeiros parâmetros. Resulta que uma correlação muito alta entre os valores subjetivos destes quatro machados e parâmetros objetivos. E o resto ao qual 11 parâmetros correspondem o 11 a maior parte de kinokemam que se predisseram teoricamente. Resulta que, formalmente, no som de só quatro parâmetros, mas na percepção subjetiva deles até onze e quatro. Como obter outros onze? Há certa modificação de modelos. Já que cada um de 11 Kinnock se alocou os seus modelos da modificação, e é, de fato, é a base material do fato que a orelha humana pode distinguir-se entre 11 tipos diferentes de sons que são típicos para a língua russa.

Pode concluir-se que, primeiramente, o espaço subjetivo construído, manteve uma análise formal de sons. Por conseguinte, podemos supor que o sistema de sons de discurso da língua russa moderna contenha parâmetros emocionais descobertos no discurso humano e isto de macacos modernos, e baseado neles. Resulta que a língua humana pode ocorrer como uma complicação da comunicação emocional que corresponde à velha teoria de interjeições até Rousseau e os seus seguidores. Consequentemente, está no bom acordo com a observação de crianças, por exemplo, que, de fato, uma criança da idade de 3 para 7 anos, dominando o discurso, de fato, possuiu e emoções. Isto é, aprende a exprimir artificialmente as suas emoções, conhecem, e este pequeno homem começa-os como se artificialmente manipulado, toada.

Se esta hipótese for verdade, então podemos concluir que, de fato, o discurso articulado é uma redução de certos modelos da expressão emocional. E assim é claro que em outras línguas pode ser o mesmo. E na língua russa moderna, podemos ver a preservação desta base emocional comum. Isto é, quatro parâmetros são suficientes, e são o mesmo, isto exprimindo emoções humanas e o mesmo como aquele de macacos. Por isso, podemos supor que o nosso antepassado na transição do macaco a modelos de homem fosse. E logo formaram línguas diferentes segundo princípios diferentes. Possivelmente foi necessário como um meio do comento. E logo pode entender porque houve uma língua e em que base desenvolveu.

O que distingue a linguagem humana de sinais dos animais? Por exemplo, a intenção. Já que que objetivo existe? Concordo com a opinião, que é de fato para comentar a situação. E o que podemos comentar? Em primeiro lugar emoções. Por exemplo, experimentamos alguma emoção, alguma situação, vimos a outro lugar, quando é uma situação diferente. E como temos outros membros da nossa comunidade, ou o macaco ou o rebanho humano fazem a sociedade primitiva caracterizar a situação? Podemos perder estas emoções. Podem haver muito refletir além disso e dizer que há um gesto que aponta, que tentamos transmitir à emoção no objeto começa a emergir itens de designação, alguns atalhos. E logo já pode marcar a situação inteira. Isto é, emoção - é um item tão conveniente com base no qual pode descrever-se como algo exceto mais é o acordo de convencionalidade necessário. Em algumas culturas, tomadas aqui como denotado no outro - de um modo diferente. Portanto adquirimos línguas diferentes. E Comparativo diz, quando possível, comparando as línguas atualmente existentes.

Someone from the Switzerland - just purchased the goods:
Vazaprostan 0.02 10 vials