Best deal of the week
DR. DOPING

Blog

Logo DR. DOPING

Formação de abuso de droga

14 Aug 2018

O uso de drogas narcóticas é devido à peculiaridade da sua ação em seres humanos, um dos quais é a capacidade de causar a euforia.

Formation of drug abuse

Esta euforia é um dos sinais do estado da intoxicação narcótica (intoxicação). A sua natureza, a gravidade de efeitos subjetivos de prazer, prazer, a melhora imaginária do bem-estar físico e mental determina-se por vários fatores: o tipo de droga, o estado e humor do consumidor, ambiente no qual se localiza. A euforia causada por preparações opioid é inerente às sensações do prazer somático e o contexto emocional do resto, felicidade. Com a euforia causada por psychostimulants, uma sensação da recuperação intelectual, a iluminação prevalece. A euforia observada na intoxicação narcótica combina-se necessariamente com uma desordem perceptual, uma modificação no pensamento.

Deve acentuar-se que o grau da exposição de droga é diretamente dependente da dose tomada e também se relaciona à experiência prévia do seu consumo (a presença da tolerância à droga). A natureza da euforia causada por ele também depende da prescrição da droga. Conhece-se que os viciados de droga com a experiência não conseguem a euforia que receberam no início da anestesia. Como se acostuma à droga, a intensidade de reduções de euforia. Dentro de algum tempo, o viciado começa a tomar a droga para não evocar a euforia no seu conceito original, mas só para retirar o estado subjetivamente doloroso, pouco confortável. A toma de uma droga não o faz especialmente agradável, mas sem ele não pode fazer.

A capacidade de drogas narcóticas de causar a inclinação (dependência química) explica-se pela sua ação farmacológica naquelas áreas do cérebro, a irritação do qual causa sensações positivas. As substâncias narcóticas e as substâncias que causam a toxicomania, ative zonas de conforto, prazer, recompensa, encorajamento, reforço positivo, e por meio disso fortaleça reações emotivamente positivas. Os fisiologistas, avaliando a significação destas zonas de um animal, acreditam que o seu comportamento se determina pela irritação destas zonas e as zonas do sinal oposto (zonas da punição, zonas do desprazer).

Os impulsos de nervo que vão os caminhos de condução trazem a informação ao cérebro sobre a satisfação ou o descontentamento de uma determinada necessidade. Por conseguinte, o animal escolhe aquela tática do comportamento, que no fim fornece uma irritação das zonas positivas. Em seres humanos, este sistema é certamente mais difícil, desde que as suas necessidades e as atividades são basicamente devido a fatores sociais, mas o princípio do sistema é semelhante.

As substâncias narcóticas, ativando zonas de prazer, formam uma nova necessidade, um novo desejo - a necessidade do uso de drogas narcóticas. Esta nova necessidade começa a suprimir vai e incomodar-se.

O uso episódico de intoxicar drogas substitui-se pela sua recepção regular. O efeito inicial da sua entrada diminui, as reações protetoras à sua administração diminuem e desaparecem - todos que estes são os sintomas da modificação na reatividade do organismo. É já diferentemente do que antes, reagindo à droga de injeção. (Uma pessoa do nascimento tem um número de reações protetoras inatas, manifestadas pela entrada de substâncias tóxicas (venenosas) no corpo. Por exemplo, em uma pessoa não acostumada à bebida de álcool, até uma pouca quantidade de bebidas alcoólicas causa o vômito. Assim o corpo protege-se de substâncias perigosas estrangeiras.)

O mesmo acontece com o primeiro conhecimento com drogas. Por exemplo, primeiro quando a maconha se toma ou quando as pílulas de sono se abusam, há suores profusos, os soluços, salivar, a dor nos olhos, a náusea, o vômito, a vertigem, e logo estes sintomas não se observam já até com a intoxicação mortal profunda.

Uma pessoa sã não pode beber o vinho, a vodka, etc. durante vários dias sucessivamente; ficam-lhe aborrecidos, e um paciente com o alcoolismo bebe-os diariamente. O mesmo acontece tomando a intoxicação de agentes. O uso diário regular deles indica uma resposta modificada a estes fundos - sobre acostumar-se a eles. Manifesta-se no aumento do tolerability de drogas narcóticas, aumentando a tolerância. A tolerância é um estado da adaptação, caracterizada por um enfraquecimento da reação protetora à dose inicial da substância de intoxicação para que aumente o antigo grau de intoxicar o efeito, o seu aumento necessita-se. As formas da intoxicação também se modificam, mas isto acontece um tanto depois.

Ao mesmo tempo, os fenômenos da dependência mental surgem e intensificam-se, uma condição na qual uma droga causa um sentido da satisfação e necessita que a administração repetida ou contínua continue o prazer ou previna o desconforto. A dependência mental manifesta-se em pensamentos constantes sobre drogas, no levantamento do humor com antecipação da sua recepção, e vice-versa, em irritabilidade, descontentamento, depressão a ausência dos meios habituais. Se uma pessoa sã tiver vários prazeres, pode estar em um estado do conforto mental em várias situações, então o viciado consegue-o só abaixo da influência da droga.

A aparência de sinais da dependência física, que se manifesta nas desordens físicas intensas que ocorrem quando a droga se descontinua, é a seguinte etapa no desenvolvimento da doença. Tais desordens (síndrome de abstinência) são um complexo de sintomas específicos e sinais de propriedades mentais e físicas que são características da ação de cada tipo da droga.

O alívio vem com a introdução no corpo da mesma droga ou outra substância que tem um efeito farmacológico semelhante e pertence ao mesmo tipo. Quando a dosagem apropriada se observa, a dependência física não aparece externamente. Torna-se um fator potente no aumento de dependência mental, que faz que a uma pessoa continue tomando a droga ou retome o seu uso até depois de tentar abster-se dele.


Logo DR. DOPING

Revista de Psilocybes

14 Aug 2018

Atualmente, o gênero psilocybe tem aproximadamente 20 espécies. Ao mesmo tempo, as espécies americanas e asiáticas estudam-se pobremente. As espécies deste gênero são cosmopolitas e largamente distribuídas em quase todos os continentes. Os fungos do gênero psilocybe são saprophytes. Legam a solo, ramos mortos e troncos de fábricas, encontram-se na serragem, muitos vivem de pântanos de esfagno, turfa, estrume. Ocorra na floresta na floresta de humo. Uma característica característica de muitos fungos estende-se sobre o solo pantanoso. Por isso, pertencem às espécies helophytic.

Review of Psilocybes

A cor do boné é avermelhada, amarela ou azeitona. O gorro é seco ou aquoso, dependendo do hábitat do fungo. Chapas accreted ao tronco ou ligeiramente descendo ao longo dele. Os esporos são marrons-violetas, ellipsoidal ou da forma de grão. A colcha é abertamente evidente ou completamente ausente. O pé é cartilaginous.

Não há cogumelos comestíveis deste modo. Contudo, têm uma aplicação peculiar. Em alguns manuscritos do 16o - 17os séculos, nos quais a cultura que desaparece dos astecas se descreve, há uma menção de cerimônias rituais índias, com relação a que cogumelos que as alucinações causadas se usaram. As propriedades de alucinógeno de alguns fungos conheciam-se aos sacerdotes maias no México antigo, que os usaram em cerimônias religiosas. Estes cogumelos usaram-se na América Central para um muito longo tempo. Os índios consideram-nos cogumelos divinos. Encontrado até imagens de pedra de cogumelos, honrados por índios como deidades.

Dos fungos que pertencem ao gênero psilocybe, uma substância de alucinógeno chamou psilocybin isolou-se. Isto é um fosfato 4-oxidimethyl-tryptamine ester (CH12O4N2P). Os testes farmacológicos mostraram que cem psilocybin não são tóxicos. Uma dose de aproximadamente 1 mg causa a uma pessoa intoxicada dentro de 20 para 30 minutos depois da ingestão. Uma dose de até 4 mgs causa um estado do desinteresse da realidade, e em doses mais altas as modificações profundas (de até 12 mgs) na psique ocorrem, as alucinações aparecem. Atualmente, esta substância sintetiza-se fora e usa-se para tratar certas doenças mentais. Muito interessante é o efeito de psilocybin em pacientes que sofrem da perda de memória. Quase 50% de pacientes têm memórias, a revivificação, o medo e a restrição desaparecem. Os pacientes lembram-se do que esqueceram e ajudam doutores a entender melhor as causas da doença. Contudo, a substância de psilocybin torna-se uma droga de alucinógeno muito perigosa se se usar não com objetivos médicos, sem supervisão médica.

Até agora, o psilocybin encontrou-se em alguns fungos do gênero Paneeolus (Panaeolus), Stropharia (Stropharia), Anellaria (Anellaria). Ao fungo de alucinógeno atribui-se agora a aproximadamente 25 espécies e 75% deles são membros da família psilocybe (Psilocybe), por exemplo P. caerulescens, P. semilanceata, P. pelliculosa, P. cubensis.

Além de psilocybin, os fungos de alucinógeno também têm outra substância que também tem um efeito psychotropic: psilocin, feche na estrutura a psilocybin. Nos fungos do gênero stropharia e psilocybe, bem como no gênero Paneolus, derivados de índole (tryptamine, etc.), que têm um efeito de anticoágulo sobre soluções de fibrinogen, se encontraram. As preparações fungosas com este efeito podem usar-se no tratamento de tromboses.

As espécies que crescem em lugares molhados, pantanosos e estão lá habitual são o psilocybe marrom-escuro (P. atrobrunnea) com um gorro aquoso campanular de 3-5 cm no diâmetro. As chapas, aderindo ao pé, depois ficando-o para trás, são raras, grossas, acastanhadas - série, com uma borda branca. Gosto e cheiro de carboidratos ou farinha. Um cogumelo cresce entre musgos de esfagno.

Nos mesmos lodaçais de turfa e prados pantanosos, em florestas entre musgos é comum psilotsibe úmido (P. paupera). É um pequeno cogumelo com um gorro castanho-avermelhado esticado com um diâmetro de 1.5-3 cm, que tem um tubercle mais proeminente, arredondado de uma cor mais escura no topo. As chapas, anexadas ao tronco, são acinzentadas-violetas. A perna é oca no interior, marrom enferrujada, acima de leve, fibroso.

Nas pastagens e nas elevações há uma psique heathlope (P. ericaceae). O gorro deste fungo é convexo ou campanulate, no centro abaixado, 2-4 cm no diâmetro, marrom ou marrom-escuro com uma cor amarela, ligeiramente mucosa, com flocos brancos na borda. As chapas, anexadas ao tronco, são largas, inchadas, afilando-se aos fins e com uma borda branca. A sua cor é amarelada-marrom, então quase preta.

Psilocybe coprophilia (P. coprophila) - um fungo coprophilic típico, que lega a esterco de vaca, a pastagens. O chapéu é esticado, com um tubercle, 2-4 cm no diâmetro, castanho-avermelhado, liso, fracamente lingual. Carne branca, fina. As chapas são notórias, ligeiramente salientes ao longo do tronco, escurecimento muito largo, frequente, azulado-cinza, posterior. A perna ligeiramente tornou-se espesso abaixo, pálido, pulverulento em cima.

Em florestas, pastagens e ao longo dos arrabaldes dos caminhos, também há um fungo de alucinógeno com uma estrutura muito característica - o psilocybe é semi-lanceolate (P. semilanceata). O chapéu é cônico, então fracamente prostrado, com um tubérculo agudo, 1-5 cm no diâmetro, amarelado e esverdeado, logo escurecimento, acastanhado, com um descascamento cortado na forma de membranas mucosas. As chapas são estreitas, aderentes ao talo, frequentes, à primeira luz do dia de creme, e na maturação purpúreo-violeta-escura.


Logo DR. DOPING

Fumagem de Misturas. É perigoso?

13 Aug 2018

Comum recentemente, esta espécie do lazer, como fumagem das misturas legais das ervas, que têm uma luz psychotropic e efeito de alucinógeno. Fumar misturas (ou como também os chamam misturas) se compõe de extratos de fábricas e ervas. Esta espécie de fábricas conhece-se à humanidade por muito tempo e é um entheogen, isto é, contêm substâncias que têm o efeito psychotropic. A composição de misturas aromáticas populares inclui tais fábricas como mosca vermelha agaric, sábio, droga, etc.

Smoking Mixtures

As misturas fumantes dividem-se em dois grupos. No primeiro grupo, as misturas compõem-se, que se compõem de fábricas naturais, os componentes das quais se misturam em conjunto e criam o assim chamado "efeito do consumo". O segundo grupo inclui misturas fumantes, os componentes das quais se processam por substâncias químicas - cannabinoids sintético, produzido em condições de laboratório.

O exame de fumar misturas encontrou que as substâncias que compõem tais misturas têm um efeito de alucinógeno e psychotropic e contêm componentes tóxicos que põem um perigo potencial de vida humana e saúde.

É difícil imaginar, mas o uso de fumar misturas pode causar um espectro diferente de efeitos mentais negativos: incapacidade de concentrar-se, prejudicou a percepção, a risada incontrolada, a perda completa do contato com o mundo exterior, a falta da capacidade de navegar no espaço.

As reações locais que resultam do efeito irritante direto da fumaça em membranas mucosas e efeitos irreversivelmente prejudiciais sobre o sistema nervoso não são a maior maldade. As misturas fumantes sistemáticas levam a processos destrutivos irrevogáveis no sistema nervoso central: a atenção reduz-se, a memória piora-se, a atividade de pensamento diminui a marcha, e uma tendência a depressões aparece. O impacto de fumar misturas dentro de algum tempo pode modificar permanentemente a personalidade de uma pessoa, levar à inabilidade severa, convertê-lo em um viciado de droga. Assim, um passatempo predileto inocente pode tornar-se um problema sério. A dificuldade principal no trato das consequências do envenenamento com a fumagem de misturas consiste em que os pacientes não têm drogas no seu sangue, e por isso é muito difícil diagnosticar o envenenamento e prescrever o tratamento adequado.

O problema de distribuição de massa e uso de fumar misturas que têm um narcótico e efeito psychotropic empreende proporções alarmantes. A compra é bastante disponível, qualquer adolescente pode fazer uma ordem pela Internet e na meia hora adquirem a mistura desejada - ser ele Sálvia ou Tempero, Bombaim, Espírito de Goa, Ganesh, Brain Storm. A política de preços também é atraente para jovens, porque esta categoria da população é a mais desprotegida. A falta da informação sobre os perigos de fumar misturas também joga nas mãos de negociantes. Lá são novos todas as espécies de fumar misturas, abaixo de nomes diferentes, que, além de substâncias proibidas, contêm substâncias extremamente perigosas da saúde humana.

Recentemente, os casos de pessoas que viram a instituições médicas com poisonings a saber fumando misturas ficaram mais frequentes. Só um especialista qualificado pode determinar o grau do envenenamento e prescrever o tratamento necessário. Pense se o prazer miúdo é um processo complexo de tratamento e reabilitação.


Logo DR. DOPING

À procura de Meldonium

13 Aug 2018

Na Sibéria, crie um dispositivo para envernizar o controle

Meldonium. Mildronate buy worldwide

Enquanto nos esportes o mundo continua de escândalos meldonium, os cientistas de Tomsk trazem ao mercado um novo dispositivo para determinar o método expresso do conteúdo de substância no corpo de atletas e nos suplementos dietéticos. Espera-se que o analisador eletroquímico portátil aparecerá na venda livre no inverno deste ano e a sua aplicação pode tornar-se um método legal da pesquisa e envernizando controle.

Eletrodos padrão
No início do ano, os pesquisadores do laboratório de micromistura de Tomsk Polytechnic University (TPU) ficaram interessados no doping de escândalos, que ameaçaram à carreira de Maria Sharapova e outros atletas. Depois de discutir o problema com peritos de medicina esportiva, os cientistas decidiram criar um novo método para determinar Mildronate no sangue - conveniente e barato. Agora o laboratório já tinha a experiência em métodos se desenvolvem para determinar uma ampla variação de substâncias - cardioprotectors, vitaminas, antibióticos, desenvolveu um método do controle expresso de ácido úrico no sangue e preparou vários modelos de dispositivos da sua determinação.

O modo mais popular de determinar o meldonium no sangue do atleta é cromatografia líquida - espectrometria de massa de tandem. Segundo o chefe do laboratório Galina Slepchenko, isto é um método estacionário, que se usa em grandes laboratórios com o uso de equipamento importado caro e artigos de consumo. "Propusemos uma alternativa de mais aplicação de massa. Os nossos reagentes estão disponíveis, e por isso barato: os eletrodos que usamos no aparelho são padrão e são convenientes para a maior parte de dispositivos voltammetric, "diz Olga Mezentseva, um dos desenvolvedores de método.

Agora a técnica passa uma avaliação metrological, para que possa introduzir-se no registro de técnicas de medição. Enquanto não é claro se será um método de arbitragem ou adicional um, contudo, os cidadãos de Tomsk não se duvidam no uso do desenvolvimento. "As modificações que fixamos com o instrumento dependem da concentração de Meldonium no sangue de uma pessoa. O sinal registra-se com uma bastante alta exatidão, o erro é 5-10%. Com o certificado metrological, este número pode aumentar a 20%, - diz Galina Slepchenko. "Mesmo se isto acontecer, o nosso método fiável e rápido é útil para confirmar o resultado".

Converta em dinheiro
O dispositivo planeja-se para colocar-se com base no parceiro do laboratório - uma pequena empresa inovadora Tomanalit, que já produziu mais de mil dispositivos da determinação de outras substâncias. Os cientistas sugerem que no inverno o analisador entrará no mercado, e o seu preço será aproximadamente 200 mil rublos.

Membro da Comissão do Comitê Paralympic russo de Medicina e Antidoping, exencabece o médico da Liga de Hóquei Continental Boris Tarasov ainda não vê o ponto da emergência de um método expresso para determinar o conteúdo de meldonia no sangue de atletas: "Primeiro, devemos esperar por dados oficiais sobre a tarifa da remoção de Meldonium do atleta de profissional de corpo. Tais estudos conduzem-se agora por WADA e FMBA. Em segundo lugar, meldonium no momento atual simplesmente não pode aceitar-se, desde que se inclui na lista proibida de WADA. Se ficar claro na queda que algum atleta, depois de um escândalo monstruoso, toma meldonium, isto, pelo menos, significa o seu profavility cheio, bem como a incompetência do doutor de esportes que o olha". Se para Mildronate os WADA e FMBA estabelecerem habitual, quanto à maior parte de outras drogas, a regulação de tempo da excreção, não há nenhuma razão na determinação no corpo a presença de só Meldonium, desde que o doping de WADA é a maioria esmagadora de drogas, o perito acredita.

Na opinião de Boris Tarasov, para um verdadeiro balcão à extensão no esporte do doping, os métodos absolutamente diferentes e as aproximações são necessários, tanto de WADA como do IOC. "É necessário modificar completamente o Código de WADA e os critérios da inclusão de medicina e métodos na lista interdita, sobre a qual os profissionais na medicina esportiva têm falado por muitos anos. Isto é o único modo de proteger a Rússia e outros países de escândalos de doping semelhantes. De outra maneira, não Meldonium, portanto algo mais subirá, porque o guia farmacológico é muito grande", - sumaria o perito.


Logo DR. DOPING

Dysbacteriosis: como restaurar o equilíbrio

13 Aug 2018

Hoje falam deste problema muito muitas vezes. Na recepção do doutor, tela de TV, Sites, revista e páginas de jornal - em todo lugar esta palavra: "dysbacteriosis". Isto é uma violação muito estranha, muitas vezes assim declara-se pelo culpado principal dos nossos problemas de saúde, que muitos ficaram muito céticos sobre o mesmo fato da existência de dysbiosis. E há lá tal doença? E é tão sério, como o anúncio ubíquo o transmite? Vamos tentar compreendê-lo em conjunto.

E começar com especificaremos que a doença separada "dysbacteriosis" realmente não existe. Mas assim um dysbacteriosis é o problema médico bastante sério que pode tornar-se a razão do desenvolvimento (indireto ou direto) a patologia mais diferente.

O que é dysbiosis?
Segundo a uma das definições, chama-se uma modificação na composição quantitativa e (ou) qualitativa da flora bacteriana um dysbacteriosis, causado por uma violação de mecanismos adaptáveis, protetores e compensatórios.

Uma definição tão vaga desta condição recebeu-se devido a que os peritos ainda não têm uma opinião comum sobre o que é dysbiosis. Deste modo, o conceito de "dysbacteriosis" ausenta-se em ICD-10 e outras classificações geralmente aceitas de doenças. Isto é, não se considera uma unidade nosological independente, mas um tanto um desvio da norma de um dos índices do ambiente interno do organismo. No entanto, nenhum dos clínicos nega que o desenvolvimento de dysbacteriosis tenha um enorme impacto no corpo no conjunto e leve a uma violação do seu equilíbrio metabólico, bioquímico e imunológico.

Sobre a emergência de dysbiosis é usual para falar no caso quando a microflora básica, que constitui 90-95% do número total de microrganismos em uma pessoa sã, por quaisquer razões começa a dar lugar a um rapidamente desenvolvimento residual (condicionalmente patogenético) flora, o número da qual normalmente não excede 1% da flora inteira.

Como e porque faz dysbacteriosis desenvolvem-se?

Segundo a estatística, que conduz os CARNEIROS, pelo menos 90% dos habitantes do nosso país durante a sua vida sofrem de qualquer manifestação de dysbiosis. Esta prevalência desta desordem é principalmente devido ao grande número de fatores de risco que são capazes de provocar um desequilíbrio na microflora.

Aqui está somente uma lista reduzida das causas principais de dysbiosis:

- uso irracional de antibióticos;
- deficiência na dieta diária de fibra dietética;
- o uso excessivo de produtos que causam processos de putrefactive e fermentação;
- stress prolongado e frequente;
- condições ambientais aversas;
- doenças metabólicas;
- maus hábitos e inclinações (inclinação de droga, alcoolismo);
- violação de motility intestinal;
- substância segreda gástrica reduzida;
- infecções agudas e crônicas;
- hypovitaminosis;
- violação de processos de absorção e digestão.

Os sintomas principais de dysbiosis

Apesar de que dysbiosis não é uma doença independente, é possível identificar a característica de sintomas mais comum desta condição.

Por exemplo, acredita-se que a aparência de tensões convencionalmente patogenéticas na microflora intestinal se manifesta principalmente pela síndrome de intestino irritável. Também em pacientes com dysbacteriosis, até em primeiras etapas, várias perturbações metabólicas podem traçar-se claramente (perda de peso, a pele seca, a fadiga de olho, a deficiência de vitaminas gordas e solúveis e cálcio desenvolvem-se).

A perturbação de digestão no pequeno intestino leva a uma intensificação de putrefactive e processos fermentadores e a emergência da dispepsia persistente, não-dietética (flatulência, diarreia osmótica, paroxysmal dor abdominal), e várias reações alérgicas.

A multiplicação ativa da flora condicionalmente patogenética pode causar processos inflamatórios na mucosa intestinal (duodenitis, enterite, colite, etc.) e desordens funcionais em todas as partes do sistema digestivo.

A modificação na composição qualitativa e quantitativa da microflora inevitavelmente provoca uma cadeia de processos patológicos. Os microrganismos condicionalmente patogenéticos começam a multiplicar-se ativamente, que se acompanha por um lançamento aumentado de toxinas bacterianas que entram na circulação sanguínea e têm um efeito sistêmico sobre o estado do organismo inteiro. Além disso, algumas enzimas digestivas destroem-se parcialmente pela ação de bactérias e a transformação de ácido de bile realiza-se, em consequência do qual digestão e a absorção de nutrimentos se interrompem.

Dependendo do grau da expressão da natureza da flora prevalecente, é usual para alocar vários graus de dysbiosis:

Eu grau - uma violação de apetite, assento movediço, flatulência, desigual sujar-se de fezes;

II grau - uma sensação de enchimento excessivo do estômago e intestinos depois de comida, arrotar, azia, flatulência, dores de enxaqueca no abdome, assentos movediços, reações alérgicas de pele, sintomas de hypovitaminosis;

III grau - os sintomas da dispepsia gastrintestinal ficam até mais pronunciados e frequentes, os sinais de desordens trophic aparecem;

IV grau - sinais de intoxicação sistêmica, violações no trabalho de todos os órgãos e sistemas, enfraquecimento geral do corpo, impureza patológica nas fezes.

vaginosis bacteriano

Nenhum problema menos sério do que dysbiosis intestinal, é uma patologia ginecológica comum, como vaginosis bacteriano - isto é a violação da composição qualitativa e quantitativa da microflora da vagina.

A microflora genital normal desempenha um enorme papel na manutenção da saúde reprodutiva de mulheres. Os representantes principais da flora "útil" na vagina, bem como nos intestinos, são lacto-e bifidobacteria. Produzem o peróxido ácido e de hidrogênio láctico, que formam um ambiente acidífero e previnem a propagação de agentes patogênicos oportunistas e a penetração da infecção do exterior.

A violação do equilíbrio da microflora da vagina cria condições favoráveis do desenvolvimento da infecção fungosa, bacteriana ou variada. O processo inflamatório crônico de órgãos genitais internos leva ao dano permanente à membrana mucosa da vagina e cerviz, interrompe os seus mecanismos protetores e a capacidade de regenerar, por meio disso aumentando o risco de cair doente de doenças precancerosas e malignas. Além disso, uma relação direta entre dysbacteriosis vaginal e infertilidade, bem como risco aumentado do resultado de gravidez averso, encontrou-se.

Os sintomas de dysbacteriosis vaginal são não-específicos, e em um número de casos a doença prossegue secretamente e só se diagnostica por acaso, com um exame regular por um ginecologista. Muitas vezes, os pacientes queixam-se da descarga prolongada copiosa com um odor desagradável. Se a coceira, a ardência e a irritação da mucosa se acrescentarem, então é sobre ligação de qualquer infecção e desenvolvimento do processo inflamatório.

Princípios gerais de tratamento de dysbiosis

O tratamento de dysbiosis inclui 5 etapas consecutivas:

1. Correção de fatores de risco externos

É necessário normalizar a dieta, rever a composição qualitativa da dieta (complementando a dieta com vitaminas e microelementos, aumentando a entrada de fibra dietética e pectina para criar o ótimo hábitat da microflora) e controlar a qualidade de água potável.

2. Tratamento de desordens funcionais e doenças crônicas

Mesmo a terapia mais eficaz de dysbacteriosis dará só um efeito a curto prazo se as condições da reincidência repetida persistirem.

3. Supressão de excesso microflora condicionalmente patogenética

Para prescrever drogas (antibióticos), é necessário determinar a gravidade do dysbacteriosis e o espectro da microflora semeada. Na maioria dos casos, a antibioticoterapia só prescreve-se depois que uma infecção intestinal identificou-se e confirmou-se.

4. Recepção de pre e probiotics tomada em conta da peculiaridade da condição do paciente
Para corrigir o desequilíbrio da microflora, pre e probiotics muito usam-se largamente hoje. Probiotics incluem preparações que contêm microrganismos vivos que a ajuda restaura a composição microbial do intestino (ou vagina). Em primeiro lugar, incluem lacto-e bifidobacteria. Também usado como os probiotics são preparações que contêm estreptococos, tensões não-patogenéticas de E. coli e clostridia, fungos Saccharomyces boulardii. Prebiotics são agentes que contêm substâncias que criam ótimas condições do crescimento e a reprodução da microflora benéfica. Prebiotics são fibras de comida muitas vezes usadas (drogas e suplementos dietéticos) e complexos de carboidrato: fructo-oligosaccharides e galactooligosaccharides.

5. Fixação e manutenção do efeito terapêutico realizado

A este fim, os métodos de não-droga fortificantes gerais usam-se: modo correto de trabalho e resto, rejeição de maus hábitos, prevenção de stress e fortificação de imunidade, restrições dietéticas, suplemento de multivitaminas e cursos de manutenção periódicos de prebiotics.


Logo DR. DOPING

Maconha inofensiva?

10 Aug 2018

Muitas vezes os adolescentes de compreensão ostentam o seu conhecimento e dizem aos seus pais que a maconha não dá um efeito viciante, portanto o seu uso não é perigoso. Até permite-se em alguns países, e vende-se em farmácias a pessoas nas últimas etapas de Aids e cancro, porque ajuda a aliviar sintomas de dor. E tudo isso é verdade. Melhor um lado da moeda. E de outro lado é a sua criança ainda sã, que não viveu durante vinte anos, e não tem etapas de cancro e Aids, mas tem uma infância de ouro e grandes perspectivas.

Harmless marijuana

Não esteja em conflito com a criança sobre a questão da inclinação, dê-lhe os seguintes fatos.

Quase 90% daqueles que usam tais drogas fortes como heroína, começaram com a maconha.

Cinco cigarros de maconha têm a mesma capacidade de causar o cancro que 112 cigarros normais.

A maconha permanece no corpo, depositado em células gordas durante um período de três para cinco semanas. Tem um efeito negativo sobre a atividade mental e sobre o estado físico do corpo em todas as partes deste período.

Uma pessoa que fuma a maconha regularmente sofre de formação intensa e acumulação de substâncias tóxicas em células de gordura de corpo, especialmente em células cerebrais. Assim para uma limpeza completa do corpo de um fumante toma de três para cinco meses depois de parar fumagem.

Na adolescência, a formação daquela parte do cérebro que assegura a capacidade de uma pessoa de concentrar a sua atenção, tome parte na criatividade, aprenda, conceitos de forma em um suficientemente alto nível ainda continua. O uso constante de maconha nesta idade leva a uma greve tartaruga no crescimento normal de células cerebrais.

Um estudo conduzido na universidade de Colômbia encontrou que as mulheres que fumam a maconha sofrem de um aumento expressivo no número de células com Moléculas de ADN danificadas que transportam a informação genética. Os ovos femininos são especialmente suscetíveis da destruição pela maconha.

Em outro estudo, também conduzido na universidade de Colômbia, se considerou que um grupo de controle cujos membros fumaram um cigarro com a maconha cada dia em todas as partes do ano tinha uma redução de 39% no sangue de células sanguíneas brancas em comparação com a norma. Este dano destinado ao sistema imune, que aumentou a suscetibilidade destas pessoas a infecções e várias doenças.

A fumagem de um cigarro com a maconha leva a uma redução de funções motoras em 41%, e dois - em 63%.


Logo DR. DOPING

Lerivon - instruções, dosagem, efeitos de lado, análogos

09 Aug 2018

Antidepressivo: Lerivon

Ingrediente ativo: mianserin (Mianserin) Análogos: Venlaksor, Mirtazapin Sandoz, Simbalga, Velaxin, Prefaxin, Remeron, Mirzaten, Esprital 45, Melitor, Forte de Deprim e outros.

Lerivon (Mianserin) refere-se a antidepressivos tricyclic. Tolera-se bem e comparável na eficácia a outros antidepressivos modernos. A droga atua sobre presynaptic adrenoreceptors suprimindo-os, que à sua vez aumenta a concentração de mediador no cérebro. Além disso, bloqueia H1-histamina e receptores serotonin. Assim, o lerivon afeta a re-compreensão de norepinephrine, dopamine e serotonin.

Lerivon - instructions, dosage, side effects, analogs

Além do efeito antidepressivo, a droga tem um efeito calmante, hipnótico pronunciado. As melhoras notáveis já aparecem na primeira semana da recepção: o sono normaliza-se, e a inquietude também desaparece. Lerivon (Mianserin) não tem um efeito negativo sobre o sistema cardiovascular, além disso, devido ao efeito analgésico pode usar-se no tratamento de depressão em pacientes com o posenfarte cardiosclerosis, bem como doença de coração coronária.

Indicações de uso: Tratamento de várias depressões, inclusive endógeno e reativo (depressão involuntária).

Contra-indicações: idade menor, hipersensibilidade à droga e os seus componentes, etapa aguda de infarto do miocárdio, síndrome maníaca, gravidez e amamentação, prejuízo sério de função de fígado.

Dosagem e administração: Lerivon toma-se oralmente, com a água, sem mastigação. É aconselhável tomar a droga à noite, considerando o seu efeito calmante. A dose diária pode dividir-se em várias recepções (uma recepção da tarde única ainda é preferível).

A dose seleciona-se individualmente, baseada na idade, as características do curso da doença, bem como a resposta à toma da droga.
Recomenda-se começar com 30-40 mgs / dia (os pacientes idosos não se recomendam a exceder a dose inicial de 30 mgs / dia), a dose eficaz é 30-90 mgs / dia (a ótima dosagem média é 60 mgs / dia). No caso de que o efeito clínico desejado não se realizou dentro de 2-4 semanas, a dose pode aumentar-se a 90-150 mgs / dia.

Uma vez que o ataque da melhora controla-se, é necessário começar uma redução gradual a quantidade da droga à dose de manutenção mínima.
Para fixar a melhora realizada, recomenda-se continuar tomando mianserin durante pelo menos 4 meses (melhor seis meses). Se depois de 2-4 próximas semanas, o efeito terapêutico não ocorrer, deve abandonar a droga. A terminação da administração mianserin raramente provoca a síndrome de retirada.

Efeitos de lado: Os efeitos de lado mais comuns são: sonolência, orthostatic hypotension, hipomania, exanthema, pele borbulhas alérgicas.

Condições de armazenamento: Guarde longe de crianças, em um lugar seco, escuro (temperatura - não mais alto do que 25 C).

Termos de venda de farmácias: Lerivon (Mianserin) põe-se em liberdade na prescrição.


Logo DR. DOPING

Antidepressivos: tomar ou não?

08 Aug 2018

Esta pergunta é quase retórica agora. E todos porque o ritmo moderno de vida, stress constante, falta do tempo de um querido se garante por um alto nível constante de inquietude, perturbação de sono, esgotamentos nervosos sem uma razão e outros "prazeres".

Antidepressants - take or not

Porque?

Há uma opinião na sociedade que as pessoas vêm a especialistas do tratamento, especialmente se concernir problemas delicados. As depressões, as neuroses e stress emocional também estão entre as delicadezas. Não desejando tornar-se um objetivo da bisbilhotice, muitas senhoras vão à farmácia de um antidepressivo, dando volta a um psicólogo, neuropathologist e outros especialistas.

Resulta que todos ou quase todas as preparações herbóreas, definidas como antidepressivos, podem encontrar-se na farmácia ordinária, que está perto da casa. A situação é diferente com os seus colegas sintéticos: tais preparações não podem vender-se sem a prescrição de um doutor.

Acalmar ou antidepressivo?
O interesse em drogas, chamadas antidepressivos, fortemente aquece a publicidade, que promete o efeito necessário, a ausência de contra-indicações e aceitabilidade de cada leigo. Contudo, não todo o mundo entende a diferença entre medicamentos sedativos convencionais e antidepressivos próprios. Vamos tentar compreendê-lo.

As drogas calmantes chamam-se tais aditivos biologicamente ativos e drogas, a ação das quais é baseada no relaxamento habitual de músculos e nervos se acalmam. Os antidepressivos também normalizam a produção no corpo daquelas substâncias essenciais que podem melhorar o humor. O desenvolvimento de certas substâncias na depressão, por exemplo, serotonin, reduz-se, e sem a normalização do seu nível, o trabalho cerebral normal é impossível.

Wort de São João, que se conhece a todo o mundo, resulta, não é só um "foguete auxiliar" da pressão, mas também um antidepressivo. Algumas preparações calmantes na base de fábrica da geração atual também têm algumas propriedades antidepressivas, apesar de um maior efeito calmante. Por isso, para o uso de casa, tais drogas são bastante apropriadas. Mas as drogas sintéticas são necessárias para tratar desordens mais severas, por exemplo, em um alto nível da depressão, quando os medicamentos sedativos simples são ineficazes. Por isso é importante distinguir antidepressivos e as suas propriedades de medicamentos sedativos convencionais.

Dano ou benefício?
Indubitavelmente, o efeito de antidepressivos no corpo humano realiza-se. Contudo, o efeito terapêutico só não para ao nível da psique humana. Há uma opinião que onde o tratamento termina, a inclinação começa. Isto é assim, mas só se a dosagem e o regime não se encontram.

O estereótipo atual "toma de antidepressivos indica que a fraqueza" se rejeita atualmente. Pelo menos, doutores. No fim de tudo, a depressão parece-se com uma chaga que necessita o tratamento (deve aceitar que é louco culpar um paciente pela hipertensão no desejo reduzir a agravação ou o desejo de um paciente com a poliartrite para aliviar a dor). Assim em caso de depressão.

Naturalmente, não sempre e não todas as drogas pode curar a própria depressão, mas a sua ação baseia-se, melhor na remoção de sensações dolorosas da alma. Além disso, os antidepressivos prescrevem-se na combinação com outros métodos do tratamento. Eliminando a depressão, as drogas dão um sentido de confiança e estabilidade - por isso tais drogas, se se prescreverem por um doutor, deve tomar-se porque realmente podem ajudar a enfrentar as manifestações da doença, e as tecnologias médicas modernas excluem o momento da adaptação.

O que se está tratando?
Atualmente, há muitos antidepressivos (Xanax, Phenazepam), mas no lado positivo só algumas dúzias de drogas se provaram. Neste caso, cada antidepressivo é diferente do seu colega e a eficácia do impacto, e efeitos de lado e um número de outros indicadores. Mas a propriedade comum de todas as drogas desta espécie é baseada no objeto do tratamento. Os antidepressivos têm um efeito direto sobre a depressão e as suas manifestações: dor de cabeça crônica, tensão, musculoskeletal dor, ataques de enxaqueca, etc.

Naturalmente, além da depressão, tais medicações tratam-se com desordens de inquietude e disfunções vegetativas, manifestadas por ataques de medo e pensamentos pânicos, obsessivos e ações, estados da tensão interna constante e um nível aumentado da inquietude. Muitas vezes em combinação com psicoterapia.

A escolha da droga, dosagem e duração do tratamento só determina-se pelo doutor com base na anamnésia e uma análise do grau da depressão em cada determinado paciente. Só um especialista pode analisar as causas da doença, a presença do acompanhador doenças somáticas.

Mecanismo de ação
Quando o equilíbrio do estado de espírito se quebra, os sintomas não o fazem esperar muito tempo: deterioração de sono, perda do apetite, perda da força, a incapacidade de concentrar-se por muito tempo em outra coisa do que a sua dor e experiência, a dor crônica não é uma lista completa de sintomas da depressão. O mecanismo da ação de drogas antidepressivas é simples: a substância ativa ajusta à natureza cíclica das manifestações de desordens, melhora e controla o equilíbrio de produtos químicos, e por isso os pensamentos, comportamentos, a característica de sinais física da depressão é abaixo da gestão constante.

Os antidepressivos eliminam a dor e a fadiga, normalizam o sono e a energia. Aceite que em um estado mais ou menos normal, quando uma pessoa se sente descansada, é mais fácil lutar com problemas diários, que significa que cada um pode facilmente e sem interferência levar-se por algo interessante, planejar o futuro de um ângulo positivo, e isto é a essência de tratar a depressão.

Resultado de aplicação
Distante de sempre o efeito é imediatamente evidente. Alguma melhora, naturalmente, é já evidente dos primeiros dias do tratamento, mas certamente um bom resultado terapêutico se sente pelo paciente só depois de algum tempo do momento da aplicação. Neste caso, os doutores aproximam cada caso individualmente, aconselham tomar a droga de 2 meses a 6 meses, porque só uma recepção suficientemente longa fornecerá o efeito máximo, e a deterioração da condição não ocorre imediatamente depois da descontinuação do tratamento. Ao mesmo tempo, o modo de tomar medicações fica importante.

Para o paciente para tomar antidepressivos em uma base regular, é importante para o doutor explicar porque isto é necessário. Além disso, o tratamento considera os efeitos da droga: para normalizar o sono, a droga com um efeito calmante prescreve-se durante a noite. Para reduzir a sonolência durante o dia, outra droga escolhe-se que aumenta a eficiência e atividade que deve tomar-se de manhã.

Restrições
Como em qualquer tratamento, a terapia antidepressiva tem as suas próprias nuanças. Em primeiro lugar, a entrada de medicações deve ser estritamente segundo o esquema determinado pelo doutor de trato. Em segundo lugar, vale a pena lembrar-se de que alguns antidepressivos podem afetar adversamente as sensações e manifestação do libido, e por isso outra metade deve avisar-se sobre a toma de tal medicina para evitar equívocos. Em terceiro lugar, se um par vai ter um bebê, então vale a pena lembrar-se de que o ótimo tempo para tomar antidepressivos é aproximadamente seis meses, e por isso não precisa de planejar quanto ao conceito durante este período.

A depressão é uma desordem caracterizada por um humor abaixado com uma avaliação negativa, pessimista de você e a sua situação no presente, passado e futuro. Comprovado é o fato que a depressão aumenta o risco de cair doente de doenças cardiovasculares do coração e cérebro (ataque de coração, golpe) apesar da idade. Entender que beber: os antidepressivos ou acalmando - só um especialista ajudarão. Mas na pergunta muito retórica que se dá no título, a resposta deve ser positiva. Como é melhor abaixar as suas sensações dolorosas, do que esbanjá-los em sócios. Atitude positiva a você!


Logo DR. DOPING

Terceira etapa de alcoolismo

08 Aug 2018

Duração 5-10 anos.

Third stage of alcoholism

Todas as manifestações da terceira etapa - a atração patológica a álcool, perda de controle quantitativo, síndrome de retirada, amnésia alcoólica - sofre o desenvolvimento adicional e manifesta-se na forma das variantes clínicas mais severas.

A atração intensiva também se manifesta na perda do controle situacional (não há crítica do lugar, circunstâncias, a companhia de companheiros bebem), que se facilita pela perda de capacidades intelectuais que veio.

O sinal principal da transição do alcoolismo à terceira etapa é uma redução na tolerância ao álcool, o paciente embriaga-se de mais pequeno, do que o habitual, doses de álcool. Os efeitos de ativação de bebidas alcoólicas reduzem-se, só moderadamente nivelam o tom, quase cada intoxicação alcoólica fins com a amnésia.

A dependência física e a atração irresistível determinam a vida do paciente; A falta do controle quantitativo na combinação com tolerability reduzido muitas vezes leva a doses excessivas fatais.


Logo DR. DOPING

Sinais de febre branca

08 Aug 2018

O delírio branco (delírio) é uma doença. Desenvolve-se depois de cinco anos do alcoolismo. Os manuais dizem que toca pessoas aproximadamente 40 anos, mas na prática também há os de 18 anos. Segundo a estatística: para 10 pacientes três são sobre a idade de 40, e sete e 30 ainda não são.

Signs of White Fever

Os primeiros sinais da febre branca precedem as semanas, meses e anos do encontro da bebida, por conseguinte, os pesadelos e awakenings frequente começam a aparecer. De tarde a pessoa sente-se esgotada, cansada e em um estado da depressão.

No início do tratamento de alcoolismo, depois de 3-4 dias, depois abandonar álcool e delírio que se desenvolve. E a sua ofensiva pode acompanhar-se por ataques epilépticos, que se provocam por vários danos e operações que coincidem a tempo com a recusa de álcool.

Os sinais da febre branca começam com uma perturbação do sono, neste fundo há alucinações que acompanham modificações súbitas no humor. Além disso - até pior. A pessoa vê imagens na forma do movimento das pequenas e grandes quantidades dos insetos, cobras, diabos, fios e teias (pela maior parte em pacientes as conspirações coincidem). O paciente percebe-os como uma realidade - as suas frases, as ações e os movimentos guiam-se por alucinações.

Os novos sinais da febre branca são a aparência de auditivo, tátil (arrastar-se e tocar), gosto e alucinações olfativas.

Periodicamente, durante a doença, a iluminação ocorre - quando parece que a pessoa ficou completamente sã, mas pela tarde todo o regresso de sintomas em uma forma mais severa. Normalmente o delírio dura 3-4 dias e termina em um sono forte, depois do qual muitos pacientes estão em um estado de depressão e esvaziamento. Mas às vezes na prática há casos quando os sinais da febre branca passam gradualmente, isto é, dentro de 10 dias.

Entre os sinais da febre branca escolheu as seguintes formas:

Hypnagogic - alucinações, quando uma pessoa adormece ou somente fecha os seus olhos.

"O delírio sem delírio" - prossegue sem delírio e alucinações ou exprimem-se fracamente, mas o paciente tem medo, é atarantado, excitado.

A forma sistematizada é alucinação numerosa e uma mania de perseguição. Neste caso, o estado do medo pronuncia-se extremamente.

Também há um delírio com alucinações auditivas pronunciadas, isto é, o paciente claramente ouve vozes que o condenam, enquanto a inquietude e o medo prevalecem. Este estado acompanha-se pelo delírio, e com de maneira convincente arranjado em lugares "vistos e ouviu" eventos e fatos que se misturam com a realidade.

O delírio atípico caracteriza-se por uma combinação de sinais da febre branca com desilusões, perda de um sentido de auto-consciência e realidade. A realização desta forma da psicose pode ser aguda ou gradual, no último caso, o delírio pode não passar.

À sua vez, da forma atípica do delírio, o profissionalismo escolhe-se - quando as desilusões e as alucinações se deterioram agudamente, e excitação motora vem para substituir. Nesta excitação há alguns episódios da vida - desnudação do enfeite, iluminando um jogo. Em tal estado, os pacientes são quase silenciosos todo o tempo e podem "reconhecer" os seus parentes e conhecimentos em estrangeiros.

Delírio reduzido - caracterizado por uma expressão débil e duração curta das manifestações principais.

O delírio severo - muitas vezes desenvolve-se à sombra da doença física crônica ou aguda e acompanha-se por sintomas da doença mental com o descuido da orientação no espaço e tempo, uma redução de pressão de sangue, uma redução na tarifa de coração. Esta forma caracteriza-se por um aumento em temperatura do corpo, convulsões, prejudicou a atividade motora e o discurso.

Uma forma severa do delírio pode ocorrer em vários cenários. Em um caso, a doença causa desidratação, murmúrio vago, reflexos neurológicos patológicos. Esta condição pode levar à morte. No segundo - a aparência de movimentos, que imitam a atividade de trabalho.


Someone from the Netherlands - just purchased the goods:
Taxorest intensive course 180 capsules